terça-feira, 9 de agosto de 2011

Nada será como antes!

Chega, com certeza, o fatal instante em que você precisa aceitar que o velho é velho e que nada será como antes, nem amanhã, nem depois!
Queria tentar preservar ao menos os sonhos de infância!
No entanto, as pessoas são falíveis, a começar por você mesma, falível e cheia de erros!
Pobres seres humanos somos nós!
O lance é que você deposita nos outros o que devia confiar somente a você!
É como se você colocasse créditos no celular do outro esperando que ele te ligasse, mas o send messages não é for you!
Ou se você guardasse os pães fresquinhos a espera da visita e o mofo os consumisse antes de qualquer manifestação!
Ou talvez você tenha um prazo de validade e o seu já venceu pra muita gente!
Afinal de que importa?
O fato é que não queria me importar mesmo! Porém, me importo e muito!
Um erro! Egoísmo? Penso que não! A não ser que você se comporte do mesmo jeito em relação ao outro! É um risco!
Assim, talvez, devo-me ater ao velho como recordações de outrora, boas ou ruins, e então seguir! pois nada será como antes.
Tentar esvaziar a mochila pesada que me impede de dar passos mais largos e seguros!
Que tal viver o real! Prestar atenção o real! Fantasiar demais pode ser perigo!

Um comentário:

Selva Selva! disse...

amanhã ou depois de amanhã...