terça-feira, 23 de junho de 2009

um medo do medo

Sair de casa depois das 18h? Nem pensar! Talvez com escolta, blindagem e fé!
Exagero?! Talvez! Precaução? Sim, também! Na sua totalidade, tem-se o medo!
Até acontecer, tudo era normal! Jamais esperava que acontecesse! Mas depois que acontece, parece que todos são suspeitos, qualquer transeunte faz lembrar! Lembra o medo de outrora, que no vai e vem diário parece repetir-se.
Tem coisas que é preciso esquecer, outras não aconselharia, aliás, quando se lembra, se evita...

Sim, esses dias tem sido terríveis... Tem sorrido bastante, mas um sorriso forjado.. Sorriso de medo! Espera superar o susto, para isso tem Fé em Deus e acredita que tudo ficará bem!

Um comentário:

cara pálida fora d´água disse...

eu cantaria legiao agora: e o teu medo de ter medo de ter medo...