sexta-feira, 8 de julho de 2011

Meia lua...

Observando o céu ontem à noite, fiquei, digamos, hipnotizada com a beleza da lua... Sua fase não era a CHEIA, nem estava totalmente redonda, imensa, iluminada. Era meia lua, lua e meia... Nada desses esteriótipos de beleza. Sem os atrativos digamos convencionais. E o céu, não estava estrelado, poucas estrelas por ali vagavam no infinito negro...

No entanto, estava tão lindo! Tão inspirador! Vivo! Pelo menos aos meus olhos... Afinal, para que buscar validação de outros olhos se esses não conseguirem compreender a plenitude da vida nos detalhes mais simples e corriqueiros? Melhor não! Por isso, ficamos cá, eu e a pequena, a observá-los. Sonhando e rezando, quem sabe, para que em algum lugar do mundo haja olhos assim, como sonha a pequena!

Bobos poetas aqueles que sempre desejam as noites de lua cheia e desprezam a beleza de todas as suas misteriosas fases



Um comentário:

Selva Selva! disse...

e ontem, apesar também de nao estar cheia, nem de ser aquela clássica ´casquinha de unha´, ela estava mesmo linda, nítida e crua por entre nuvens. tão linda, que virei de lado e fiquei olhando pra ela pra dormir, esperando ela me embalar...