sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Cartas Barulhentas!!!!

Nos assombros daquelas reuniões intermináveis de família, das quais em poucas se sentia a vontade, talvez pela proximidade recente, ou quem sabe pelo deslocamento sutil. Enfim, em meio à algazarra rotineira, o que mais a assustava eram as rodadas intermináveis de truco! Não sabia o que era pior, se o ronco freqüente ou as rodadas barulhentas de truco que se seguiam até o raiar do dia.
Tamanho assombro e repulsa, a fez fugir demasiadamente das tais cartas barulhentas, pois ‘no fundo no fundo’, ela tinha a certeza de que o barulho saia das cartas. Claro, que sim, afirmava.

Débil de forças para relutar contra o nervosismo, fugiu. E essa fuga durou o quanto pôde! Até questionar-se sobre a sofreguidão inerente às inocentes cartas de baralho barulhentas que tanto a atormentava.

Tal fuga duraria aproximadamente 11 anos, quando, em algumas dessas idas às praças quase escuras e acompanhada por pessoas, no mínimo, peculiares, fez o ‘tento’ de tentar ‘trucar’.

E assim descobriu que as cartas não eram barulhentas, pelo menos a princípio, e que o jogo era feito de parceria, como em toda a vida. Que você depende do outro, seu parceiro, que às vezes pode te ajudar e outras vezes não, mas que sempre estará ali, para te apoiar nas melhores ou piores jogadas.

Descobriu que a meta é conquistar os pontos e chegar ao fim da rodada fazendo o máximo de barulho humanamente possível, festejando, como se deve festejar a vida. Nessas horas, em que vale tudo, você tira sarro da galera, blefa, truca com ‘bofera’, joga no escuro ou no claro, se diverte. Grita: - Arrasa! Te dedico! É a treva! Vem com tudo ou vem de nada! E assim segue, até o raiar do dia.

Quanto ao assombro inicial das tais cartas barulhentas? Sobre isso, ela conta que foi convertido em raros momentos de sublimação, que com seus detalhes, pessoas e dizeres são privilegiados.

2 comentários:

JULIANO TODESCO disse...

Olá, visitei seu blog e achei bem interessante, principalmente esse seu post, vou ser seguidor do seu blog se vc permitir, tem muita informação adequada, gostaria desde já que fosse minha seguidora também. O convite está feito, espero que aceite. Um forte abraço, agora irei ler os outros posts do seu blog.

cara pálida fora d´água disse...

e vc... só depurando...

truco com tang de laranja...

beijos. até bsb...