sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Ser feliz e viver, estando de férias ou não

Estar de férias é ter a sensação de que todos os dias são sábado!
Sensação de que a cama é muito mais convidativa que o habitual... E que se sendo sábado você pode peregrinar por caminhos diferentes.. Todos os dias...

Estar de férias é um momento de descanso que permiti descansar pouco... Afinal, descansar pra que, a vida é tão efêmera e o lance e aproveitá-la...

Estar de férias é ficar sem dinheiro... E mesmo sem dinheiro e sem poder aproveitar tudo que se pretendia, estar de férias é aproveitar a oportunidade de aproveitá-las como puder.

É saborear detalhes como se saboreasse uma broa de milho com requeijão. Tornando cada segundo mais inesquecível do que de costume...

É viajar, pegar estrada, inúmeras paradas, pessoas legais e chatas nos busões da vida... É se perder no fuso horário ou mais singelamente falando, no horário de verão...

Estar de férias é rever amigos, amigas, família, algumas pessoas tão queridas, para quais não tenho definição... Amor... Quem sabe rever lugares ou tão bom quanto conhecer lugares... conhecer pessoas..

E ao rever pessoas, conversar noite a dentro ou estrada a fora... Compartilhar lembranças, afinal relembrar é viver...

Cantar uma canção no quarto, no carro, na rua, na chuva ou no bar da esquina...
Dedilhar notas tímidas no violão e relembrar um tempo que não volta mais... Mas que embora cheio de lembranças tem sempre algo inédito, marcante e surpreendente para somar ainda mais saudades nesse baú de lembranças que vez ou outra se abre... E abri-lo é tão bom!

É não conseguir ver todas as pessoas que queria. OU passar mais tempo com elas...

Estar de férias é receber quase 100 mensagens e enviar quem sabe o dobro... Conversas que não custam deslocamento e demonstra a falta que se faz e a saudade que se sente...

É querer ligar para cada amigo no momento exato em que se lembra dele, no lugar mais inusitado que é a cara dele e não ter créditos para deslocamento... E pelo mesmo motivo não conseguir atender a ligação que tanto queria receber.

Estar de férias é tomar banho de rio para quem não tem mar ou quem sabe de mangueira pra quem não tem cachoeira...

Brincar no parquinho da praça quando não se pode ir à Disney, ir ao boteco da esquina quando não pode ir a um pub holandês.... fazer top less no quintal de casa quando não pode ir às praias de nudismo de Barcelona...

Estar de férias é tomar um porre e curti uma ressaca... Ir a um show com os amigos e também estar com a banda...

Ir ao cinema é pagar caro por um filme ruim e barato por um filme ótimo. Andar de coletivo para economizar grana, se perder numa cidade estranha e trocar uma idéia com um hippie na rua...

Estar de férias é desesperadamente pensar encontrar o Buarque (Chico) e deparar-se com o outro Buarque (Cristovam) e apesar da decepção participar de um movimento ainda maior que tietagem buarqueana... Para no fim da noite, ouvir vinis num café degustando cerveja alemã.

É comer, comer, comer e comer sem culpa... Sem pensar em academias, nutricionistas, cardiologistas e calorias...

Estar de férias é curtir o colinho da mamãe e da vovó, tirar onda com o irmão e com os primos... Rever álbuns de família e envergonhar-se do vestido de chita que usava para ir à escola.

Trabalhar um tiquinho, pois nada é de graça!

Estar de férias é querer lembrar tudo o que fez nas férias, mas isso não é tão fácil...Afinal, tirar férias é estar parte do tempo não lúcido.

É estar endividado, atolado de trabalho, com 1000 emails para ler, com muita roupa para lavar...

Estar de férias é querer que ela dure mais 30 dias...

É voltar para casa, NOVA, pros amigos e família e ter a certeza de que não é preciso estar de férias para ser feliz e saber viver... Basta estar vivo....

Um comentário:

Quarto Poder SP disse...

Férias, casa nova, BSB, Mg...quanta coisa em...

saudades de uns textos aqui